Início do processo para metrô em Águas Claras deve acontecer em até 90 dias, afirma Bruno Dauster

Início do processo para metrô em Águas Claras deve acontecer em até 90 dias, afirma Bruno Dauster

Atividade aconteceu no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras

Para tratar de obras e projetos de mobilidade na região de Cajazeiras, a Comissão Especial de Desenvolvimento da Assembleia Legislativa da Bahia promoveu audiência pública, neste sábado (25), no Ginásio Poliesportivo do bairro, em Salvador.

Na oportunidade, o secretário estadual da Casa Civil, Bruno Dauster, informou que com a conclusão das obras da Avenida 29 de Março, já em fase final, a nova via vai poder contar com transporte de massa de rápida circulação, a exemplo de BRT ou VLT, de modo que seja possível, por exemplo, chegar até o bairro Paripe ou Piatã em um espaço de tempo mais curto. Além disso, com a chegada do metrô à Águas Claras - cujo passo inicial para sua implantação deve ocorrer em até três meses - e ida da Rodoviária para Águas Claras - onde será estimulada a inserção de shopping e outros serviços - " a região de Cajazeiras vai passar a ser um novo polo de desenvolvimento na cidade e essa é uma realidade que está prestes a acontecer".

Segundo Bruno Dauster, da forma como os traçados da Avenida 29 de Março e da Nova Avenida Gal Costa foram projetados, será possível ter VLT passando por elas. "Assim, integraremos a Orla Atlântica e a Baía de Todos os Santos com deslocamento eficiente"

Para Maria del Carmen, essas intervenções do Governo do Estado "vão facilitar a comunicação de Cajazeiras com demais áreas da cidade, sendo uma via rápida de acesso à Suburbana, BR 324, Paralela e Orla." Neste sentido, a presidente da Cedurb anunciou que - atendendo solicitação da comunidade - fará, na próxima semana, uma indicação ao governador Rui Costa para que seja feita a ligação de cinco áreas de Cajazeiras à Avenida 29 de Março, "para alimentar esta nova via e integra-la com o bairro".

Integração

Morador do bairro, para o líder comunitário Idelmário Proença, é essencial que a Prefeitura de Salvador faça a integração do metrô com os demais modais e "pare de ficar tentando inviabilizar o metrô, já que isso só prejudica a população". Ele ainda sugeriu que a integração com linhas de ônibus que atendem ao bairro não ocorra apenas na Estação Pirajá, mas no Acesso Norte, Mussurunga e em Pituaçu.

De acordo com o secretário Bruno Dauster, a integração plena e eficaz é uma prioridade do governador Rui Costa. "Todo processo de mudança requer um período de adaptação e ajustes, por isso, estamos trabalhando firmes nas adequações e reforços de linhas metropolitanas alimentadoras do sistema de metrô, e em constante dialogo com a Prefeitura de Salvador garantindo, também, que o mesmo seja feito na capital para atender melhor os usuários", salientou Dauster. 

Além disso,  de acordo com o secretário Bruno Dauster, a linha 1 do metrô de Salvador será ampliada e atenderá a  população de toda região de Cajazeiras. “ Hoje, podemos garantir que o metrô chegará em Cajazeiras/Águas Claras pelo corredor da BR324. A obra será lançada ainda no primeiro trimestre de 2018”, afirmou o secretário, que também assumiu o compromisso, diante a população da região,  de “realizar um  estudo específico sobre a possibilidade da implantação de um sistema de transporte de alta capacidade para Cajazeiras”.

Postado em 27/11/2017 , usando as tags: Maria del Carmen, Metrô, Salvador, Águas Claras, Mobilidade, Desenvolvimento Urbano